Direito

OAB recorrerá de decisão sobre IPTU junto à instância regional do TRF

Por em 11 de agosto de 2017 às 09:23:29

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção de Mossoró tomou conhecimento na tarde desta quinta-feira (10/08) da decisão do magistrado Lauro Henrique Lobo Bandeira, Juiz Federal da 10a Vara Federal do RN sobre o mandado de segurança impetrado pela Ordem em maio deste ano, questionando a forma como vem sendo feita a cobrança do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) do município de Mossoró.

Em sua decisão o magistrado negou a liminar de suspensão dos efeitos da cobrança do IPTU, porém, a OAB por entender que a referida cobrança não poderia sofrer alterações na planta genérica de valores, sem a apreciação do legislativo municipal, irá apresentar agravo ao TRF da 5a Região.

“A assessoria jurídica da OAB já está com a sentença e irá agravar da decisão do magistrado recorrendo ao TRF da 5a Região. Entendemos que o município teria de ter encaminhado um Projeto de Lei para alterar a planta genérica de valores conforme determina o Código Tributário Nacional e o Código Tributário do Município”, explica o presidente da OAB Mossoró, Canindé Maia.

A OAB continua reiterando a defesa da sociedade quando argumenta que a cobrança elevada do IPTU tem preocupado a população e os valores atuais, resultantes da reavaliação realizada estão em desacordo com a realidade e não atendem ao princípio da legalidade tributária.

Imprimir
TAGS

DEIXE UM COMENTÁRIO

dezenove + 12 =