Estado

RN terá 63 unidades de ensino técnico em 2018

Por em 3 de Janeiro de 2018 às 15:12:58

Resultado de imagem para secretária de Educação do RN, professora Cláudia Santa Rosa

No primeiro dia útil de 2018, a secretária de Educação do RN, professora Cláudia Santa Rosa, realizou reunião com a equipe responsável pela Educação Profissional e Tecnológica (EPT) da Rede Estadual de Educação para discutir as metas e atividades a serem realizadas neste ano letivo. A reunião aconteceu no gabinete da titular da pasta, na sede da SEEC, em Natal.

A secretária abriu a reunião destacando o compromisso que a gestão tem com a educação profissional e tecnológica, pontuando as melhorias conquistadas no ano de 2017.

“Muito nos orgulha os avanços que tivemos nesta área, onde encontramos apenas um Centro de Educação Profissional funcionando. Agora são 48 escolas em atividades e oito centros. Mais dois centros estão em obras (Parque dos Coqueiros e Assu). Um terceiro, em Macaíba, já foi licitado e logo começará a ser erguido”, disse Cláudia Santa Rosa.

Segundo a titular da pasta, neste ano, o RN terá 63 unidades de ensino que integrarão o ensino médio ao profissional, formando a rede estadual de ensino técnico. “Vivemos um momento de grandes desafios. Essa modalidade de ensino beneficia diretamente aos nossos jovens”, destacou Santa Rosa.

A professora Mônica Guimarães, secretária Adjunta de Educação, integrou a equipe da reunião e falou sobre o caráter prioritário que o ensino profissional tem junto as ações da SEEC.

“Devemos unir todas as inteligências e, juntos, traçamos as soluções para eventuais situações que surjam durante esse processo”, pontuou.

Durante o encontro foram discutidos a dinâmica intersetorial que a EPT provocou na SEEC, a construção de um novo edital para contratação de professores temporários para cursos técnicos e a liberação de recursos, junto ao MEC, para compra de equipamentos para laboratórios e auditórios dos centros.

Ao final, a secretária Cláudia Santa Rosa mostrou-se confiante com o cenário em que a EPT desponta no Estado:  “Se o RN não retroceder nessa política, em três anos, seremos uma referência”. A reunião foi acompanhada pela subcoordenadora de Ensino Médio, Geralda Efigênia, e por sua equipe de técnicos.

Imprimir
TAGS

DEIXE UM COMENTÁRIO

1 × 2 =