Política

Um pré-candidato a federal com uma visão moderna

Por em 17 de maio de 2018 às 11:38:31

Quem esteve nos visitando na manhã desta quinta-feira, 17, foi o ex-prefeito de Almino Afonso, por dois mandatos, Lawrence Amorim. Ele é pré-candidato a deputado federal pelo Solidariedade (SDD).

Se mostrou bem articulado, por dentro da política nacional, estadual e local, além de apresentar sua posição em relação a diversos temas atuais, tais como o Foro Privilegiado, o qual é contra, assim como aos privilégios que deputados tem.

Um deles, e que garantiu não aceitar receber, é o Auxílio Saúde, que é de R$ 4 mil. “Ora, nós precisamos dar exemplo para a sociedade, e trabalhar para serviços essenciais como a saúde, que é precário, possa chegar a quem realmente necessita, e não para os deputados que já tem diversas garantias e direitos, que são pagos pela sociedade. Devemos ser justo e fazer justiça”, disse Lawrence.

Ele é defensor do voto consciente e acabar com o círculo vicioso, que, a seu ver, a porta de entrada de todas as mazelas no país começa por meio da corrupção eleitoral. “Corretamente o eleitor tem xingado, ido às ruas cobrar punição para o político corrupto. Da mesma forma, ele deve agir e reagir ao votar. Seja consciente, não venda ou troque seu voto”.

Lawrence acredita na classe política, mas é preciso que o eleitor possa utiliza o voto com mais transparência e escolher aquele que verdadeiramente vai lhe representar.

“Digo representar, mas nós precisamos é de representatividade, o que hoje não temos. Nos faltam força política, não sei se por vontade própria ou por não se impor em defesa dos interesses da sociedade, principalmente de quem realmente necessita e depositou total confiança. Eu penso assim, e dessa forma irei proceder em defesa do melhor para Estado e consequentemente para toda população”.

Ele defende o voto distrital, o que em sua visão, os escolhidos seriam os verdadeiros representantes.

“Quem mora, vive, convive naquela região é quem realmente sabe e conhece as necessidades do povo. Diferentemente de quem sequer vem a região ou vem de quatro em quatro anos. Por isso, sou defensor do voto distrital”.

Dentre vários projetos, Lawrence cita o “Mandato Compartilhado”, que é a formação de um grupo de 20 a 40 pessoas, de vários seguimentos da sociedade, que funcionará como conselho do mandato.

O Conselho passa a discutir os temas que estão para ser votados na Câmara Federal e apresentar seu parecer ao deputado e qual posicionamento deve tomar em seu voto. Da mesma forma, partirá do Conselho alguns Projetos de Lei para serem apresentados pelo mandato.

“Assim, nós teremos um mandato participativo, ouvindo as bases, ouvindo a população e colhendo as opiniões e sugestões. Esse é um de nossos projetos, que se Deus quiser vamos implantar em nosso mandato de deputado federal”, disse Lawrence Amorim.

Imprimir
TAGS

DEIXE UM COMENTÁRIO

20 + 12 =