Gerais

Trabalhadores dos Correios do RN decidem manter estado de greve até o dia 14

Por em 8 de agosto de 2018 às 09:12:18

Em assembleias realizadas na noite de ontem (7), na sede e nas subsedes do Sintect-RN, os trabalhadores dos Correios do Rio Grande do Norte decidiram manter o estado de greve com indicativo de paralisação para o dia 14 de agosto.

A decisão de adiar o movimento grevista, antes previsto para iniciar hoje (8), se deu após a apresentação de uma nova proposta, vinda do TST, para o Acordo Coletivo de Trabalho da categoria.

A manifestação do Tribunal chegou ao conhecimento da base algumas horas antes da realização das assembleias. Por isso, os ecetistas optaram por mais tempo, a fim de avaliar o documento com cautela. Durante o período, também, representantes das Federações da classe farão contato com o ministro Renato de Lacerda, autor da proposta.

Plano de Saúde

Para o presidente do Sintect-RN, José Edilson, ainda é preciso buscar melhorias, a exemplo do Plano de Saúde. “Atualmente, o pagamento das mensalidades chega a onerar até 70% do salário líquido dos trabalhadores”, pontuou. O quesito é visto com certo otimismo, uma vez que o ministro manifestou sensibilidade quanto à perda salarial, pessoal e familiar da classe.

Greve ainda é possível

A definição dos ecetistas potiguares está em ressonância com a decisão a nível nacional. Até a data especificada, as mobilizações vão continuar. Os próximos passos da luta pelo Acordo Coletivo de Trabalho serão definidos em detrimento do avanço ou não das negociações com o TST.

Imprimir
TAGS

DEIXE UM COMENTÁRIO

3 × 1 =