Gerais

O centenário Teatro Alberto Maranhão recebe reforma para reabrir suas portas e fortalecer a cultura e o turismo

Por em 10 de outubro de 2018 às 10:49:43

Com 5,5% da obra concluída, a reforma do centenário Teatro Alberto Maranhão, que teve início no mês de setembro, está seguindo de maneira a resgatar um dos mais importantes palcos da cultura no Rio Grande do Norte, bem como fortalecer o turismo do estado, com um investimento de 7, 7 milhões, a partir do acordo de empréstimo com o Banco Mundial.

“Nosso objetivo é – cada vez mais – mostrar que nossa riqueza turística vai além do binômio ‘sol e mar’. Temos muita cultura e estamos trabalhando, em todo estado, para levá-la aos quatro cantos”, disse o secretário da Sethas e coordenador do Governo Cidadão, Vagner Araújo, referindo-se às demais reformas e revitalizações que estão sendo feitas em equipamentos culturais do estado.

Essa intervenção abrange a mudança de todas as estruturas elétricas, hidráulicas e de acessibilidade do espaço, além de ações de combate a incêndio, esgoto, climatização e paisagismo, com completa reestruturação do palco, camarins e do espaço mais nobre – caixa cênica (palco, camarins e ribalta).

A obra neste teatro, por onde passaram grandes nomes das artes cênicas, da dança e da música nacionais e também importantes artistas estrangeiros, está dentro do cronograma – que deve durar 10 meses.

“Este tempo se dará, uma vez que se trata de uma obra ímpar que requer muito cuidado em sua execução, por ser um patrimônio histórico, com elementos arquitetônicos que precisam ser trabalhados com toda cautela para serem preservados”, explicou o jovem engenheiro, Samir Augusto, que responsável pela obra, teve que estudar para intervir de maneira correta em cada ambiente, e não atrasar a abertura das cortinas.

Abertura, aliás, comemorada não só pela classe artística potiguar. Trabalhando no TAM há mais de 40 anos, o vigilante José Paulo dos Santos, que foi contratado para fazer os serviços gerais da obra, não vê a hora de voltar a ver a casa cheia.

“O TAM é o pai dos teatros. O palco mais bonito de todos os tempos e merece voltar a ter a sua pauta cheia, ter aqueles artistas maravilhosos andando de um lado para outro, colorindo os ambientes. Tudo aquilo que vivi aqui, e – se Deus permitir – viverei de novo, é vida”, disse emocionado.

[Equipamentos Culturais no RN]

Ainda por meio do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial, além do TAM, já foram ou estão sendo reformados outros 8 equipamentos, são eles:

  • Teatro Lauro Monte Filho
  • Teatro Adjuto Dias –Caicó
  • Biblioteca Câmara Cascudo
  • Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão – EDTAM
  • Fortaleza dos Reis Magos
  • Memorial Câmara Cascudo
  • Museu Café Filho
Imprimir
TAGS

DEIXE UM COMENTÁRIO

2 × 1 =