Categoria Navegação

Direito


VIEW POST

View more
Direito

Magna Letícia reitera compromissos com jovens advogados

Por em 7 de novembro de 2015 às 11:41:09

“O advogado jovem terá voz e vez dentro da OAB/RN”. A frase, enfatizada como compromisso, foi ratificada por mais de uma vez pela advogada Magna Letícia na tarde desta sexta-feira (06), quando a candidata à presidência da entidade participou da primeira sabatina promovida pela Advocacia Jovem Unida do Rio Grande do Norte (AJURN).

Realizado no auditório do Parque da Cidade, o evento reuniu pela primeira vez os dois candidatos à presidência da seccional potiguar da Ordem.

Este foi o primeiro evento promovido pela AJURN, organização criada em abril deste ano e que tem entre suas principais finalidades promover o engajamento da advocacia jovem junto à OAB/RN.

Para a advogada Nayara Nunes, uma das organizadoras da sabatina, o evento atendeu a uma das principais finalidades: aproximar os jovens da Ordem.

“Para nós, que somos iniciantes, a OAB/RN tem sido ausente, muitas coisas não são nem mesmo divulgadas. Então, eventos como esses são uma forma de movimentar e mostrar o que é a OAB para o jovem advogado”, explicou ela.

A sabatina foi dividida em cinco etapas e todos os questionamentos foram voltados para a discussão de interesses dos jovens advogados.

Magna Letícia destacou que nada menos que um quarto de seus 20 compromissos de gestão estão voltados aos interesses dessa ala dos profissionais.

Dentre esses compromissos, está a criação do Conselho Consultivo da OAB Jovem, que, segundo ela, irá tratar de assuntos inerentes à advocacia iniciante.

A candidata da Chapa 20 também foi sorteada para responder a perguntas relacionadas à fiscalização e cumprimento do piso salarial, à valorização dos honorários, às condições diferenciadas e ao mercado de trabalho para os iniciantes.

A advogada reiterou seu apoio efetivo especialmente no que diz respeito à política de anuidades diferenciadas, com descontos progressivos, até o quinto ano de inscrição. Ela destacou ainda a articulação do Conselho Consultivo como forma de fiscalizar o cumprimento das prerrogativas dos profissionais.

Além da criação do Conselho Consultivo, fazem parte dos 20 compromissos assumidos pela Chapa 20 dedicados aos jovens advogados os projetos “Banco de Oportunidades” e“ Meu primeiro Escritório”.

A candidata à presidente da seccional regional enfatizou a atenção e o cuidado com que elaborou seu plano de gestão, com o intuito de aproximar a OAB/RN dos profissionais em início de carreira.

“A OAB tem que prestar apoio e estar ao lado do jovem advogado. Mas não com propostas de papel e, sim, com propostas e ações efetivas para que essa advocacia jovem tenha o amparo que merece. É isso que nós pretendemos fazer: não ficar apenas no discurso, mas levar a efeito os nossos compromissos de forma muito clara e firme”, assinalou Magna.



VIEW POST

View more
Direito

Comissão Especial dá a igrejas poder de questionar leis no STF

Por em 7 de novembro de 2015 às 08:45:33

Deputados aprovaram nesta quarta-feira (4) a Proposta de Emenda à Constituição 99/11, que concede a entidades religiosas de âmbito nacional o poder de propor Ação Direta de Inconstitucionalidade e Ação Declaratória de Constitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF).

Fruto dos interesses da bancada evangélica no Congresso, o texto recebeu apoio unânime na comissão especial instalada na Câmara para analisar a matéria, que segue agora para votação em dois turnos no Plenário da Casa.

Leia mais clicando AQUI



VIEW POST

View more
Direito

Lei regula publicidade de produtos que interferem na amamentação

Por em 7 de novembro de 2015 às 08:38:34

No final da tarde da última terça-feira (3), a presenta Dilma Rousseff assinou a regulamentação da Lei nº 11.265, de 2006, que ficou conhecida como "Lei da Amamentação".

A medida pretende reduzir a interferência de produtos comerciais, como leite artificial, mamadeira, chupeta e apinhas, entre outros, no sucesso do aleitamento materno.A partir de agora, a comercialização e a publicidade destes itens direcionados a crianças de até 3 anos, ganhará uma regulamentação restrita. Os itens não poderão ser promovidos pelos meios de comunicação.

Leia mais clicando AQUI