Categoria Navegação

Estado


VIEW POST

View more
Estado

Projeto legislativo propõe uso de energia solar para reduzir custos em prédios públicos do RN

Por em 1 de abril de 2019 às 09:44:26

Uma proposta em tramitação na Assembleia Legislativa visa reduzir os custos com energia elétrica em prédios públicos do Rio Grande do Norte.

O deputado Ubaldo Fernandes (PTC) apresentou projeto de lei que propõe a implantação de equipamentos para a produção de energia fotovoltaica nesses locais e que, segundo ele, pode resultar em significativa economia de recursos por parte do Poder Público.

Pelo projeto, o Governo deverá implantar painéis solares fotovoltaicos em hospitais, escolas e repartições públicas do Estado, com a finalidade de proceder a conversão de energia solar em energia elétrica para garantir maior eficiência e menor custo.

A regulamentação e determinação dos requisitos necessários para a implantação, de acordo com o projeto, ficarão a cargo do Poder Executivo.

"O Rio Grande do Norte está entre os três estados com maior índice de radiação solar do país. O potencial do estado é cinco vezes maior que o da Alemanha, um dos países que mais produzem energia solar no mundo. Diante deste contexto, o projeto de lei objetiva a redução de danos ao meio ambiente e de gastos públicos e privados, fazendo uso de uma energia sustentável", justifica o deputado.

Segundo Ubaldo, pesquisas apontam que, nas últimas quatro décadas, o consumo final de energia no Brasil registrou um crescimento de 3% ao ano. Sendo assim, na opinião do parlamentar, este é um meio alternativo que tende a se ampliar em todo o mundo, mas o Brasil está "atrasado cerca de 20 anos no domínio de tecnologias, comparando a países de primeiro mundo", observa.

"O Haiti, por exemplo, detém um dos maiores hospitais do mundo movidos à energia solar ao contar com 1800 painéis fotovoltaicos instalados em seu telhado, gerando mais de 100% da energia consumida no hospital. Este novo modelo demonstrou grandes resultados quanto aos problemas anteriormente enfrentados com o uso de energia elétrica comum", compara o deputado.



VIEW POST

View more
Estado

Campo Redondo apresentou suas potencialidades no Fórum de Turismo e Feira dos Municípios em Natal

Por em 31 de março de 2019 às 11:31:20

As belezas naturais, artesanato, culinária e artistas, foram apresentados no stand de Campo Redondo no 10º Fórum de Turismo do RN e a 5ª Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN (Femptur), que aconteceu nos dias 29 e 30 no Centro de Convenções, em Natal.

De acordo com o secretário municipal de Turismo, Ivanildo Monteiro, o evento foi uma importante oportunidade de apresentar as muitas potencialidades turísticas da cidade que há poucos anos ainda era desconhecida no calendário turístico do Rio Grande do Norte. O secretário de Cultura, Ademir Rosa, também acompanhou a caravana.

O prefeito de Campo Redondo, Alessandru Alves (PROS) tem garantido em sua administração prioridades para o setor turístico. O município de Campo Redondo, que fica localidade a 145 km de Natal, possui diversas paisagens e uma área conhecida como Letreiro, que foi mostrado no evento. O local é reconhecido como atrativo turístico.

Os “Cânios de Campo Redondo”, recebeu esse nome devido à uma pedra localizada próximo ao paredão da represa, entre a comunidade da Serra Branca e a Comunidade Bolandeira. Além de possuir arte rupestre o local ainda concentra cacheiras e é ideal para a prática de esportes radicais.

“Além do artesanato, dos muitos artistas, fomos agraciados pela natureza. O nosso Letreiro ou Cânios de Campo Redondo é um dos lugares mais lindos da região e ainda pouco conhecido. Estar nesta feira foi uma oportunidade de apresentarmos nosso potencial para todos”.

O 10º Fórum de Turismo do RN e a 5ª Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN teve como objetivo analisar, debater e apontar estratégias para a melhoria do turismo norte-riograndense.



VIEW POST

View more
Estado

Servidores estaduais da saúde suspendem greve temporariamente

Por em 29 de março de 2019 às 15:12:09

Após 53 dias em greve, a maioria das servidoras e servidores estaduais da saúde aprovou a suspensão temporária da greve por 30 dias, em assembleia, na manhã desta sexta-feira (29). Junto com a suspensão, foi aprovado encaminhar uma contraproposta ao documento do governo sobre as pautas de reivindicações apresentadas pelo Sindsaúde, com a inclusão no texto do pagamento do 13º de 2018 e do salário de dezembro de 2018.

Foi aprovada também uma moção de repúdio ao deputado estadual Coronel Azevedo (PSL), pelo seu pronunciamento durante a sessão de ontem (28) na Assembleia Legislativa, durante o qual comemorou o golpe militar de 1964 que impôs uma ditadura no Brasil. Foi aprovada ainda uma nota de repúdio ao Governo Fátima (PT), pelo descaso com os usuários do SUS.

Em meio à luta pelo pagamento dos salários atrasados, a categoria da saúde esteve à frente de importantes vitórias, como o recuo do governo Fátima Bezerra no decreto que suspendia as licença-prêmio dos servidores e a retirada do Projeto de Lei que alterava a Lei Estadual n. 8.428 de 18 de Novembro de 2003, para reduzir em 50%, em 10 (dez) salários mínimos o limite para a expedição de Requisições de Pequeno Valor (RPV) e dá outras providências.

Para a direção do Sindsaúde-RN, suspender a greve não significa que a luta acabou. "Nós vamos continuar lutando em defesa dos nossos direitos, em defesa dos servidores e aposentados que estão com os salários atrasados. Não vamos sossegar até termos nossos salários em dia. A greve foi suspensa por 30 dias, mas a luta permanece", declarou o Sindsaúde-RN.


Publicidade