Categoria Navegação

Estado


VIEW POST

View more
Estado

Novo serviço de prevenção à infecção pelo HIV será lançado no Hospital Giselda Trigueiro

Por em 17 de maio de 2018 às 14:20:24

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), através da Coordenação Estadual de IST/Aids e Hepatites Virais, lançará na segunda-feira (21), às 11h no auditório do Hospital Giselda Trigueiro, o serviço de Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP HIV) - estratégia do Ministério da Saúde que utiliza medicamentos antirretrovirais antes da exposição ao vírus, para reduzir a probabilidade de infecção pelo HIV.

A estratégia somente é indicada para populações em situação de maior vulnerabilidade e que tenham maior chance de entrar em contato com o HIV: gays e outros homens que fazem sexo com homens (HSH), pessoas trans e trabalhadores (as) do sexo.

Também estão incluídos os casos em que: frequentemente a pessoa deixa de usar camisinha em suas relações sexuais (anais ou vaginais); tem relações sexuais, sem camisinha, com alguém que seja HIV positivo e que não esteja em tratamento; faz uso repetido de PEP (Profilaxia Pós-Exposição ao HIV); e apresenta episódios frequentes de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).

No Rio Grande do Norte o serviço será ofertado à população no Hospital Giselda Trigueiro, com atendimento às terças-feiras, das 9h às 15h. Na consulta inicial de triagem será feita a avaliação e observados os critérios de elegibilidade para iniciar a profilaxia, além de avaliação clínica para prescrição do medicamento. Em 30 dias o paciente retorna para avaliação, e então as consultas passam a ser trimestrais.

A PrEP HIV consiste no uso oral e diário de dois medicamentos antirretrovirais – tenofovir (TDF) e entricitabina (FTC) – em um único comprimido, para prevenir a infecção por HIV, que oferece um grau de proteção contra a infecção pelo HIV superior a 90%, quando tomada regularmente.

A PrEP não protege de outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (tais como sífilis, clamídia e gonorreia) e, portanto, deve ser combinada com outras formas de prevenção, como a camisinha.



VIEW POST

View more
Estado

Fim dos plantões das delegacias regionais motiva pronunciamento de Kelps Lima

Por em 17 de maio de 2018 às 12:30:57

A segurança pública voltou a pautar pronunciamento do deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade) no plenário da Assembleia Legislativa. Nesta quinta-feira (17), durante a sessão plenária, o parlamentar externou sua preocupação com informação repassada pelo Quadro Funcional da Polícia Civil: não haverá mais plantões nas delegacias regionais do Estado.

“Os policiais e delegados vão interromper os plantões por completa falta de estrutura. Com isso, todas as delegacias regionais vão fechar à noite e nos finais de semana. Só vão ficar abertas as de Natal, Mossoró e Caicó. Um cidadão com uma ocorrência em Água Nova, por exemplo, vai ter que se deslocar até Mossoró para registrá-la”, elucidou o deputado.

Kelps Lima destacou que isso ocorre por falta de efetivo policial. Segundo ele, o Governo do Estado se comprometeu a fazer o concurso, para aumentar o Quadro, mas não o fez. Ainda de acordo com o parlamentar, só na última década, o Rio Grande do Norte ficou com um déficit de mil policiais. Ele ainda declarou que, “enquanto o problema se agrava, a atual administração se preocupa apenas com ações eleitoreiras, visando ao benefício próprio”.



VIEW POST

View more
Estado

Prefeitura de Campo Redondo arremata prédio onde funciona Hospital Municipal impedindo que espaço fosse leiloado

Por em 16 de maio de 2018 às 16:10:21

 

O prefeito de Campo Redondo, Alessandru Alves (PROS), anunciou em suas redes sociais a suspensão do leilão do antigo prédio da APAMI, onde funciona o Hospital Municipal.

Nesta quarta-feira (16) o espaço seria leiloado com avaliação inicial de R$ 95 mil reais para pagamento de dívidas trabalhistas deixadas em gestão passada. “Com muito esforço conseguimos impedir o leilão do prédio da APAMI na Justiça do Trabalho”.

O prefeito disse ainda que conseguiu negociar e adquirir o imóvel para prefeitura e que a população está aliviada pois os serviços de saúde pública estão garantidos.

“Na Negociação o valor do imóvel foi adquirido pela Prefeitura de Campo Redondo pelo valor estimado inicialmente no leilão. Desta forma manteremos o atendimento à população e garantimos aos ex-funcionários da APAMI o recebimento do que é seu por direito”.

E finalizou lembrando que essa situação é herança do passado e que sua gestão tem tentado resolver para que a população não sofra as consequências.

“Somos cientes que chegamos nesta situação devido a uma gestão desastrosa no passado, mas estamos aliviados e felizes por termos conseguido reverter esta decisão judicial o prédio agora deverá fazer parte do patrimônio do município.”