Categoria Navegação

Estado


VIEW POST

View more
Estado

Assembleia aprova projeto que reconhece academias e clubes como atividade essencial

Por em 6 de abril de 2021 às 15:31:40

Os deputados estaduais do Rio Grande do Norte aprovaram à unanimidade, nesta terça-feira (06), durante sessão ordinária, o Projeto de Lei Nº 248/2020, de autoria do deputado Coronel Azevedo (PSC), que considera a prática de atividades esportivas em academias e clubes essencial à saúde e autoriza a abertura e funcionamento destas em período de calamidade pública em decorrência da pandemia do novo coronavírus em todo o Estado.

“A prática regular de atividades físicas em academias é importante não só para a estética, mas também para a saúde, pois acelera o metabolismo, fortalece a estrutura óssea, melhora a flexibilidade, há perda de gordura (massa gorda) e ganho de músculos (massa magra), reduz o risco de diabetes, ajuda a controlar a pressão arterial, melhora a oxigenação, a respiração, há liberação de endorfina (hormônio ligado ao bem-estar, humor e alegria) e redução de estresse. Portanto, extremamente benéfica para esse momento tão complicado que passamos”, justificou.

Autor de uma matéria com as mesmas características, o deputado George Soares (PL) declinou do projeto de sua autoria para subscrever o do colega deputado.

“A prática de exercício é indiscutível para a nossa saúde e aqui me somo ao colega Coronel Azevedo que apresenta esse projeto de suma importância nesse momento tão delicado da saúde física e mental da nossa população”, ressaltou.

O mesmo sentimento foi destacado pelos parlamentares Albert Dickson (PROS) e Hermano Morais (PSB). “Esta Casa Legislativa está sempre em consonância com as necessidades da população e, sensível como é, estava atenta a esse apelo do povo”, destacou Hermano.

De acordo com o Projeto de Lei, as academias deverão vetar a entrada em suas  dependências e participação nas atividades dos menores de 18 anos sem expressa autorização dos pais ou responsáveis, de idosos a partir de 60 anos, de  pessoas com  sintomas de  gripe  ou  outra infecção, de  pessoas que convivam com infectados pelo coronavírus e de pessoas consideradas do grupo de risco para o contágio da enfermidade.

Além disso, as academias e clubes deverão observar o distanciamento mínimo de 1,5 m entre  as  pessoas para  evitar  aglomeração e  contatos próximos, disponibilizar ininterrupta e suficientemente álcool gel 70% em locais fixos de fácil visualização e acesso, e manter o ambiente, aparelhos e utensílios limpos e higienizados.

O Projeto de Lei segue agora para sanção da governadora Fátima Bezerra e entra em vigor na data da sua publicação.



VIEW POST

View more
Estado

Deputados debatem sobre seca no RN e campanha de imunização contra Covid-19

Por em 6 de abril de 2021 às 14:40:05

O deputado estadual Ubaldo Fernandes (PL) relatou na sessão desta terça-feira (06), no horário destinado aos deputados, a redução de internamentos por parte de idosos no contexto da pandemia no Rio Grande do Norte.

Ele afirmou que ainda não tem como atribuir à vacinação contra Covid-19, mas que há uma esperança nos efeitos da imunização.

“Precisamos comemorar”, disse o parlamentar, referindo-se à diminuição de idosos afetados pelo vírus, ao mesmo tempo que se mostrou preocupado em relação aos jovens que vêm sendo as recentes vítimas da Covid. O parlamentar fez um alerta para a ampliação dos grupos prioritários na campanha de vacinação.

O deputado Vivaldo Costa (PSD) comentou em sua participação remota na sessão ordinária, a conferência realizada na região Seridó com participação do meteorologista Gilmar Bistrot.

“Ele afirmou categoricamente que teremos um inverno abaixo do normal”, disse Vivaldo, levantando a preocupação com a possibilidade de mais um período de seca no Rio Grande do Norte.

“Compete a essa Casa e a toda classe política, se somar ao Governo do Estado, ao presidente, ao Ministério do Desenvolvimento Regional para que possamos socorrer a população”, alertou Vivaldo.

Ele se referiu à necessidade de implementação de programas de abastecimento através de carros-pipa e de perfuração de poços tubulares.

O deputado Souza (PSB) levantou o que ele chamou de ‘reflexão’, ao tratar sobre a necessidade de ampliação da vacinação.

“A gente não pode esquecer que há um grupo numeroso que está no Plano Nacional de Imunização”, disse o deputado, referindo-se a portadores de comorbidades como diabetes, doenças renais, cardíacas, câncer e pessoas obesas.

“São pessoas que quando contraem o vírus sofrem efeitos muito mais perigosos”, disse o parlamentar. Souza lembrou que essas pessoas incluídas no grupo de prioridades deverão ser vacinadas tão logo seja concluída a imunização em pessoas na faixa etária de 60 anos e mais.



VIEW POST

View more
Estado

Jacó Jácome defende inserção de novos grupos no Plano Nacional de Vacinação

Por em 6 de abril de 2021 às 12:07:43

O deputado estadual Jacó Jácome (PSD) defendeu, durante sessão ordinária desta terça-feira (06), realizada através do Sistema de Deliberação Remota, a inclusão de novos grupos prioritários no Plano Nacional de Vacinação.

De acordo com o parlamentar, é urgente que grupos como pacientes oncológicos, pacientes de hemodiálise, profissionais do transporte coletivo, caminhoneiros, motoristas de aplicativos, taxistas, profissionais da assistência social, educação, garis e coveiros sejam priorizados.

“O objetivo não é passar esses grupos na frente da fila natural, mas incorporá-los. Todos esses grupos estão precisando da vacina porque, alguns possuem comorbidades graves e outros porque estão na linha de frente, com serviços essenciais”, justificou.

Jacó destacou que apresentará requerimento na Assembleia Legislativa oficializando a solicitação ao Governo do Estado e que está baseado em um Projeto de Lei que tramita na Câmara dos Deputados, que beneficia os grupos citados.

“Esse é um projeto que poderá ser nacional e que o nosso mandato também luta para que seja estabelecido no Rio Grande do Norte, por entender a sua importância”, disse.

O deputado também se solidarizou com todos os potiguares que perderam seus parentes nos últimos dias para a Covid-19.

“Os índices continuam altos, os hospitais estão lotados. Vamos proteger os nossos e orar por aqueles que precisam trabalhar”, finalizou.


Publicidade