Categoria Navegação

Gerais


VIEW POST

View more
Gerais

FIART tem promoção nos ingressos e faz abertura oficial nesta segunda

Por em 27 de janeiro de 2020 às 06:43:04

No aniversário de 25 anos da Feira Internacional de Artesanato – FIART quem ganha é o visitante. A partir desta semana os ingressos estão promocionais: R$ 12,00 (Inteira) e R$ 6,00 (Meia).

E para quem quiser comprar antecipado e garantir 50% de desconto basta acessar o site www.feirafiart.com.br  ou apresentar na bilheteria do evento que é cadastrado no App da “Nota Potiguar” ou ser cliente Unimed Natal. A promoção é válida até o dia 02 de fevereiro, último dia do evento no Centro de Convenções de Natal.  

Nesta segunda-feira acontece a abertura oficial da 25ª edição da Fiart, a partir das 18h, com a participação da governadora Fátima Bezerra e demais autoridades e representantes dos patrocinadores e parceiros.

Antes, a partir das 16h acontece o primeiro dia do Seminário do Folclore, com o painel: “Grupos Folclóricos: Manifestação da Identidade Popular”, com Joaquim Crispiniano Neto, Gutenberg Costa e Luiz Assunção, e mediação de Glaucio Teixeira. O seminário é gratuito e as inscrições poderão ser feitas na hora.

Na programação desta segunda-feira também acontece, a partir das 17h, a recepção e cortejo com a Banda da Polícia Militar, a Mostra de Folclore e o Encontro de Mestres, a partir das 19h30, com a entrega da Comenda de reconhecimento Fiart Patrimônio da Cultura Potiguar aos Mestres de Folclore do RN das mãos do poeta Diógenes da Cunha Lima. O encerramento será com o Show de Isaque Galvão.

A FIART tem como patrocinadores e parceiros o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Sebrae/RN e Prefeitura de Natal. Toda a programação cultural será realizada com o incentivo da Lei Municipal Djalma Maranhão, com patrocínio da Unimed Natal e Luck Receptivo. Organização Espacial Eventos.

Saiba mais através do site: feirafiart.com.br



VIEW POST

View more
Gerais

FIART realiza Seminário de Folclore gratuito em Natal

Por em 22 de janeiro de 2020 às 12:50:28

A Feira Internacional de Artesanato – FIART, que acontece de 24 de janeiro a 02 de fevereiro de 2020, no Centro de Convenções de Natal, também é conhecimento e estará promovendo gratuitamente um Seminário de Folclore para debater temas importantes sobre o segmento.

O evento faz parte da programação do Festival Fiart Cultural e será realizado nos dias 26 e 27 de janeiro, sempre a partir das 16h, no Centro de Convenções. As inscrições gratuitas estão abertas, basta acessar o site www.feirafiart.com.br e darão direito também à entrada na feira.

A programação do Seminário de Folclore terá início no domingo, dia 26, a partir das 16h, quando acontecerá o primeiro painel com o tema: “Raízes e Contemporaneidade”, com Mestre Gláucio Teixeira, Mestre Pedro Correia e Lilian Carvalho, representando Mestre Severino. Mediação de Tiquinha Rodrigues.

Já na segunda-feira, dia 27, também a partir das 16h, teremos o Painel “Grupos Folclóricos: Manifestação da Identidade Popular”, com Joaquim Crispiniano Neto, Gutenberg Costa e Luiz Assunção, com mediação de Gláucio Teixeira.

O encerramento do seminário será às 18h30 da segunda-feira, com a realização do Encontro de Mestres, quando acontecerá a entrega da comenda de Reconhecimento de Patrimônio da Cultura Potiguar aos mestres de folclore, que será entregue pelo escritor Diógenes da Cunha Lima.

A FIART tem como patrocinadores e parceiros o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Sebrae/RN e Prefeitura de Natal. Toda a programação cultural será realizada com o incentivo da Lei Municipal Djalma Maranhão, com patrocínio da Unimed Natal e Luck Receptivo. Organização Espacial Eventos.



VIEW POST

View more
Gerais

Denúncia contra Glenn é problemática e perigosa, diz Marco Aurélio

Por em 22 de janeiro de 2020 às 09:02:25

O ministro Marco Aurélio Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), afirmou que a denúncia do Ministério Público Federal contra o jornalista Glenn Gleenwald no caso da ação de hackers contra autoridades da Lava Jato é um ato "problemático" e "perigoso" por se tratar de situação que, segundo ele, pode cercear a liberdade de expressão.

À reportagem, Marco Aurélio disse que cabe aos tribunais agir para corrigir decisões erradas e "iniciativas que conflitam com a ordem jurídica". "É um problema quando você pratica atos que afetam a liberdade de expressão. É problemático", afirmou o ministro.

"No campo da informação, não cabe adotar postura que iniba a arte de informar. Eu tenho uma concepção própria. Jamais processaria um jornalista, e há colegas em geral, que processam. [Com a denúncia], Você acaba indiretamente cerceando [a liberdade de expressão], o que não é bom em termos culturais, nem em termos de avanço social. É sempre perigoso", afirmou.

Glenn foi denunciado pelo procurador Wellington Oliveira pelos crimes de associação criminosa e interceptação telefônica ilegal. O entendimento do MPF contraria o da Polícia Federal, que não vê evidências de participação do jornalista em atos ilegais.

No relatório da PF, o delegado Luiz Flavio Zampronha diz que não é possível "identificar a participação moral e material" dele nos crimes investigados.

A denúncia se baseia em áudio encontrado em um computador apreendido que, segundo o procurador, mostra que o jornalista orientou o grupo de hackers a apagar mensagens, o que caracterizou "clara conduta de participação auxiliar no delito, buscando subverter a ideia de proteção a fonte jornalística em uma imunidade para orientação de criminosos".

"Toda iniciativa que fustigue jornalista, que fustigue veículo de comunicação tem que ser pensada muito antes de implementada. É o caso da denúncia, julgamento. Tem que sopesar, analisar valores e decidir qual é o valor que deve prevalecer", diz Marco Aurélio Mello.


Publicidade