Categoria Navegação

Gerais


VIEW POST

View more
Gerais

Presidente da SBOE ministrará curso de abertura em evento da Oral Clínica

Por em 22 de junho de 2017 às 13:27:16

O presidente da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE), Dickson Martins Fonseca, é presença confirmada no evento científico que será realizado nos dias 4 e 5 de agosto, em comemoração aos 20 anos da Oral Clínica. Ele ministrará o curso de abertura do evento ao lado de Carlos Alexandre, com o tema: Sinergismo em Odontologia Estética Integrada.

Em seguida acontecerá a solenidade e um coquetel para que os participantes e convidados possam se confraternizar.

A abertura acontecerá na sexta, dia 4 de agosto, às 19 horas no hotel Thermas, com o curso sobre “Sinergia em odontologia estética integrada" ministrará pelo presidente da SBOE -Sociedade Brasileira de Odontologia Estética /Dickson Fonseca e o Dr Carlos Alexandre ( Mestre em Ortodontia) .

A programação do evento científico está sendo elaborada. Inscrições já podem ser feitas pelo e-mail in.celebrar@hotmail.com ou pelo Whatsapp (84) 99830-8051

Anote na agenda: dia 4 de Agosto, a partir das 19h, no Hotel Termas.



VIEW POST

View more
Gerais

Oral Clínica lança programa de comodidade ao cliente

Por em 19 de junho de 2017 às 15:25:41

A Oral Clínica está inovando nos serviços ofertados aos clientes e lançou o programa “Oral Clínica Transfer”. Trata-se de um serviço que visa garantir comodidade ao cliente que precisa se deslocar até à  Oral clínica, situada à Rua Pedro Velho, no Centro de Mossoró, para fazer algum procedimento e não pode dirigir depois de atendimento ou mesmo em virtude de dificuldades de locomoção ou até mesmo de conseguir estacionamento .

O diretor-presidente da Oral Clínica, Dr. Ney Robson, informa que “o atual cenário do mercado com os nossos clientes tendo pouco tempo , agenda cheia e com o objetivo de proporcionar uma gentileza para eles  nos fez criarmos este serviço ". Por sinal, o serviço já está disponível e basta o cliente manter contato para agendar o programa “Oral Clínica Transfer”.

O programa consiste em garantir transporte, sem custo adicional ao cliente, em veículo terceirizado personalizado , no qual o cliente ainda terá acesso a serviço de bordo exclusivo (água, balas) durante o translado de casa ou trabalho até à oral Clínica, retornando ao seu local de origem



VIEW POST

View more
Gerais

Ex-aluno da UERN conquista Prêmio SESC de Literatura

Por em 19 de junho de 2017 às 10:44:07

Egresso do curso de Direito da UERN, o defensor público José Almeida Júnior conquistou um dos prêmios literários mais concorridos do país – a 14ª Edição do Prêmio SESC de Literatura. O livro “Última Hora”, de autoria de José Almeida Júnior, foi vencedor na categoria romance. Este é o romance de estreia do autor e será editado pela Record.

José Almeida Júnior é mossoroense, tem pós-graduação em Direito Processual pela Universidade do Amazonas-UNAMA e em Direito Civil pela Universidade Anhanguera. Há 10 anos mora em Brasília/DF, onde exerce o cargo de Defensor Público do Distrito Federal.

O prêmio SESC de Literatura é considerado o mais importante para o autor estreante, especialmente por revelar talentos. “É muito importante porque proporciona a publicação numa grande editora e insere o autor no circuito cultural do SESC em todo país. Já fui convidado para participar da programação do SESC na Flip desse ano”, comentou José Almeida.

A previsão de entrega do prêmio é para novembro. “Em dezembro pretendo fazer o lançamento em Mossoró, provavelmente na UERN. O gosto pela literatura veio dos tempos do Colégio Diocesano. Tínhamos uma turma que se reunia para conversar sobre literatura. Íamos, após a aula, à biblioteca municipal, sebos e lojas de 1,99, que vendiam livros de coleções antigas da Folha e Estadão”, afirmou José Almeida.

 SOBRE O LIVRO  – “Última Hora” trata de uma romance histórico passado no jornal homônimo fundado por Samuel Wainer, em 1951, com ajuda de Getúlio Vargas, para fazer um contraponto à imprensa que era oposição ao presidente. O livro é narrado sob ponto de vista de um personagem fictício chamado Marcos. Por ter sido vítima de tortura no Estado Novo, Marcos reluta em trabalhar para o periódico, mas acaba aceitando a oferta de Wainer em razão de problemas financeiros. Vivendo o dilema de escrever para um jornal que apoia o governo de Vargas, Marcos acompanha a Última Hora desde a fundação até as crises que quase levam ao seu fechamento.

Para embasar os fatos históricos narrados no romance, o autor consultou jornais da época, anais da Câmara dos Deputados, autos da CPI que investigou o Última Hora, além de vasta bibliografia, que incluiu biografias, livros de história, dissertações de mestrado e teses de doutorado a respeito do tema.