Categoria Navegação

Gerais


VIEW POST

View more
Gerais

Governo Cidadão abre processo seletivo para contratar engenheiros civis

Por em 8 de abril de 2020 às 14:30:32

O Governo do RN, por meio do projeto Governo Cidadão, torna pública a manifestação de interesse para contratação de engenheiros civis especialistas em supervisão de obras públicas. Estão abertas duas vagas, e, além da graduação em Engenharia Civil e registro no CREA, é necessário experiência mínima de 10 anos na área.

Os profissionais irão apoiar a Unidade de Gerenciamento do Projeto (UGP/SEPLAN) e as Unidades Executoras Setoriais (UES) na fiscalização, gerenciamento e acompanhamento das obras do acordo de empréstimo com o Banco Mundial.

Todas as informações para manifestar interesse no processo estão disponíveis no site www.governocidadao.rn.gov.br, na aba “licitações/manifestação de interesse abertas”. Os candidatos têm até as 17h do dia 23 de abril para entregar a documentação necessária para concorrer.

Outras informações podem ser obtidas na sede da Unidade de Gerenciamento do Projeto Governo Cidadão, localizada na Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças do Rio Grande do Norte, Centro Administrativo do Estado, BR 101, km 0, Lagoa Nova, Natal/RN, pelo telefone (84) 3232-1964, ou ainda através do e-mail cmel.rnsustentavel@rn.gov.br



VIEW POST

View more
Gerais

AgoraSei Pesquisa implanta sofisticado programa estatístico

Por em 8 de abril de 2020 às 10:00:33

Após minuciosa avaliação, com vários testes de campo nas últimas semanas, o Agorasei Pesquisa validou em definitivo seu novo programa estatístico. O novo software foi adquirido de conceituada empresa brasileira, que tem em sua carteira clientes do porte da Renault Brasil.

O aplicativo faz a coleta de campo diretamente por celular ou tablet, aposentando de vez o questionário de papel. O processamento dos dados é feito automaticamente, pondo fim a tabulação tradicional.

As vantagens com o novo sistema:

. Acompanhamento em tempo real do trabalho em campo, inclusive de resultados parciais.
. Mais rapidez na entrega do relatório.
. Fiscalização eficiente do trabalho dos entrevistadores.
. Localização exata do local de cada entrevista realizada.
. Realização de entrevistas mesmo com os dispositivos off-line.
. Melhor apresentação dos resultados no relatório final.



VIEW POST

View more
Gerais

BNDES disponibiliza crédito para folha de pagamentos

Por em 8 de abril de 2020 às 09:30:44
Moeda Nacional, Real, Dinheiro, notas de real

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) dispõe, a partir de hoje (8), de recursos para o Programa Emergencial de Suporte a Empregos, anunciado no dia 27 de março pelo presidente da instituição, Gustavo Montezano, e que é destinado à folha de pagamentos de pequenas e médias empresas.

O Tesouro Nacional informou ontem que liberaria R$ 17 bilhões para a primeira parcela dos recursos. No total, o BNDES terá R$ 40 bilhões, a metade por mês, para o financiamento de dois meses da folha de pagamento dessas empresas. A maior parte, R$ 34 bilhões, tem origem no Tesouro Nacional e R$ 6 bilhões são recursos dos bancos.

De acordo com o BNDES, estão aptas a pedir o financiamento as empresas com faturamento anual acima de R$ 360 mil até R$ 10 milhões. Como contrapartida, elas não poderão demitir empregados no período. Pelos cálculos do banco, serão beneficiadas 1,4 milhão de empresas e 12,2 milhões de pessoas.

O BNDES está preparado para receber a adesão dos bancos privados e públicos que quiserem participar do programa. A partir desta quarta-feira, quem aderir ao programa poderá oferecer a seus clientes a linha do Programa Emergencial de Suporte a Empregos, para financiar o pagamento dos funcionários das empresas, no valor total de até dois salários mínimos por empregado.

Os participantes do programa precisam atender a algumas regras. Além da faixa de faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões, para o pagamento por dois meses dos empregados com salários até R$ 2.090,00, as empresas precisam ter a folha de pagamento processada em uma das instituições financeiras sujeitas à fiscalização do Banco Central.

Ao contratar o crédito, elas vão assumir responsabilidades, como a impossibilidade de rescisão, sem justa causa, do contrato de trabalho de seus empregados no período entre a data da contratação da linha de crédito e o sexagésimo dia após o recebimento da última parcela do financiamento. O BNDES alertou que o não cumprimento dessa regra implicará o vencimento antecipado da dívida.

Os agentes financeiros também passam por regras. Eles não poderão condicionar o crédito à aquisição de qualquer produto ou serviço adicional, ou pagamento de taxa, que não os 3,75% a.a. determinado como custo do financiamento.

Com informações da Agência Brasil


Publicidade