Categoria Navegação

Gerais


VIEW POST

View more
Gerais

Dia Mundial contra o Trabalho Infantil foi discutido em grupos e nas escolas de Campo Redondo

Por em 13 de junho de 2018 às 09:00:26

O Dia Mundial e Nacional contra o Trabalho Infantil foi marcado, nesta terça-feira (12), por muitas atividades na cidade de Campo Redondo. Em conjunto com os Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Crianças e Jovens e a equipe do CRAS, por meio das Secretarias de Assistência Social e Educação, várias ações foram desenvolvidas.

As Escolas Angelina Aurina da Silva e Aída Ramalho Cortez Pereira, ambas do município, trabalharam em sala de aula a temática.

Foram feitas rodas de conversas e peça teatrais com a participação dos alunos alertando que lugar de criança não é trabalhando e sim estudando. Nesta quarta-feira (13) será o dia da Escola Municipal José Marcílio Furtado realizar oficinas despertando na comunidade escolar o assunto contra o Trabalho Infantil.

A parceria tem proporcionado melhorar os indicadores em busca da conquista do Selo Unicef.



VIEW POST

View more
Gerais

UERN e Prefeitura de Itaú discutem parcerias

Por em 13 de junho de 2018 às 07:42:58

Propostas de parceria entre a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e a Prefeitura Municipal de Itaú foram discutidas nesta terça-feira (12), durante reunião com a Profª. Dra. Fátima Raquel Rosado Morais, reitora em exercício da UERN, e o prefeito de Itaú, Ciro Bezerra.

O encontro contou com as presenças do pró-reitor e da pró-reitora adjunta de Recursos Humanos e Assuntos Estudantis, Prof. David Leite e Profª. Jéssica Neiva, respectivamente, além do assessor jurídico da UERN, Prof. Humberto Fernandes.

A professora Fátima Raquel expôs o leque de atividades e projetos desenvolvidos pela UERN e sua capacidade de contribuir em diversos setores.

Egresso da UERN, do curso de Ciências Contábeis, o prefeito Ciro Bezerra ressaltou a importância da Universidade para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte, sobretudo o papel que a UERN desempenha na formação de educadores. “Estou muito satisfeito e saio empolgado, pois essa parceria tem tudo para dar certo”, afirmou Ciro Bezerra.



VIEW POST

View more
Gerais

Pesquisa mostra que a planta “Pata de Vaca” tem efeitos positivos no controle da diabetes

Por em 12 de junho de 2018 às 09:00:54

Substâncias contidas na planta popularmente conhecida como “Pata de Vaca” têm efeitos positivos no controle da diabetes. Foi o que a discente do Programa de Pós-Graduação Multicêntrico na área de Bioquímica e Biologia Molecular (PMBqBM), da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Ana Cláudia de Oliveira comprovou em seus estudos para tese de doutorado.

Em pesquisa feita com animais, a discente, que também leciona na Faculdade de Ciências da Saúde (FACS/UERN), avaliou os efeitos hipoglicêmicos da lectina da referida planta, facilmente encontrada na região, em animais.

“Segundo o conhecimento popular, o chá da “Pata de Vaca” ajuda a controlar a diabetes. Nas pesquisas, pudemos comprovar que a planta realmente tem efeitos satisfatórios tanto no controle da diabetes quanto em seus sintomas colaterais, como o colesterol e outros parâmetros bioquímicos”, revela Ana Cláudia.

O estudo da discente da UERN ainda está em fase de conclusão, mas já recebeu reconhecimento nacional. A pesquisa conquistou recentemente o prêmio de melhor pôster na reunião anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, realizada no final do mês passado na cidade de Joinville, Santa Catarina.

“Centenas de trabalhos são expostos na reunião da Sociedade Brasileira de Bioquímica, que reúne pesquisadores de todo o país, e nós tivemos a alegria de ter o nosso estudo escolhido como o melhor”, diz orgulhosa a estudante.

A pesquisa é orientada pela Profª. Dra. Michele Dalvine Correia, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), que integra o Programa de Pós-Graduação. Após finalizar a tese de doutorado, Ana Cláudia pretende dar continuidade ao estudo para avaliar com maior precisão os efeitos hipoglicêmicos da lectina da “Pata de Vaca”.