Categoria Navegação

Política


VIEW POST

View more
Política

Deputada Zenaide Maia faz declarações contundentes

Por em 19 de novembro de 2015 às 15:50:18

A parlamentar abordou sobre problemática da acessibilidade para pessoas com deficiências

A deputada Zenaide Maia (PR/RN) tem atuado intensamente na Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência. Nessa quarta-feira, 18, a deputada participou de mais uma audiência pública promovida pela comissão no plenário da Câmara Federal.

Em pauta à acessibilidade comunicacional. Um dos exemplos citados em audiência é a falta de acessibilidade para os surdos nas produções dos sistemas de comunicação.

“Com prevenção e cumprimentos das Leis a deficiência poderia ser muito mais amenizada. A sociedade deve muito aos deficientes. Muitas dessas pessoas não sentiriam qualquer deficiência se fossem quebradas essas barreiras de acessibilidade, desde que tenham conhecimento e que a comunicação aconteça em todos os níveis”, declarou Zenaide Maia.

Confira vídeo: https://www.youtube.com/embed/NlpdiLTrBAg



VIEW POST

View more
Política

AL sedia audiência da CPI mista que investiga violência contra a mulher

Por em 19 de novembro de 2015 às 12:30:18

A CPI mista do Senado e Câmara, que apura as causas do País ter um alto índice de violência contra a mulher, mesmo contando com uma das legislações mais modernas sobre o tema, como a Lei Maria da Penha, vai realizar nesta sexta-feira (20), na Assembleia Legislativa, uma audiência pública sobre o tema, por proposição da senadora Fátima Bezerra (PT).

O debate vai acontecer às 9h no Auditório da Casa, reunindo parlamentares, representantes do Governo do RN e entidades do movimento social.

A CPI foi instalada em fevereiro de 2012 e vem realizando audiência e reuniões públicas, acolhendo documentos e materiais enviados pelo poder público, por movimentos sociais e denúncias de vítimas de violência. O País ocupa a 12ª posição em número de homicídios contra as mulheres em um ranking de 73 países.

A comissão atua propondo alternativas a fim de melhorar o atendimento às vítimas da violência e tornar mais efetivas as ações preventivas, atuando também como um espaço de articulação das entidades que atuam no combate à violência contra a mulher.



VIEW POST

View more
Política

Souza se compromete ajudar expansão do atendimento ambulatorial

Por em 19 de novembro de 2015 às 08:02:32

Com uma oferta de quase 20 especialidades e cerca de 300 procedimentos/mês, a Faculdade de Ciências da Saúde (FACS/Medicina) está estudando a ampliação do serviço ambulatorial. E para isso, a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) contará com uma emenda parlamentar do deputado Souza.

Além de destinar recursos no Orçamento Geral do Estado (OGE), o deputado se dispôs a ajudar a Universidade na condução do processo de doação de um terreno do governo para que a instituição possa melhorar a infraestrutura, com ampliação de ambulatórios e, consequentemente, aumento na oferta do serviço.

Ontem mesmo, o deputado entrou em contato, por telefone, com o secretário de Infraestrura do Estado, Jader Torres, a quem pediu encaminhamento do projeto à Assembleia Legislativa para apreciação e aprovação.

"Em breve, deverei ter uma posição a respeito desse assunto", adiantou o deputado ao reitor, acrescentando que irá propor ao colega Galeno Torquato que os dois - que são da bancada do governo - intermedeiem essa causa proposta pela UERN para melhor assistência à população do oeste potiguar.

Funcionando de segunda a sextas-feiras, pela manhã e tarde, segundo o reitor Pedro Fernandes, o atendimento ambulatórial é considerado a maior atividade de extensão na àrea da Saúde. A população encontra especialidades que não são de fácil acesso como acupuntura, ginecologia da adolescente e cardiologia da doença de chagas.

Uma das novidades dentro desse plano de expansão é a implantação do turno noturno. A FACS juntamente com a administração da Universidade entende que o funcionamento dos ambulatórios à noite atenderia a demanda já existente e daria condições para pacientes que não podem procurar os serviços médicos durante o dia em virtude de suas ocupações.

O assessor de convênios, Wogelsanger Oliveira, professor do Curso de Medicina, que acompanhou o credenciamento do serviço ambulatorial junto ao Sistema Único de Saúde (SUS) e parceria com a Prefeitura de Mossoró (PMM), através da Secretaria Municipal de Saúde, também participou da audiência com o deputado Sousa, a quem apresentou o projeto físico de expansão dos ambulatórios.