Categoria Navegação

Gerais


VIEW POST

View more
Gerais

INSS suspende perícia de revisão do auxílio-doença após alta de casos de Covid-19

Por em 13 de janeiro de 2022 às 12:45:52

FOLHAPRESS - O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) suspendeu a realização das perícias para revisão do auxílio-doença, em razão do aumento de casos de Covid-19 no país. A decisão foi publicada no Diário Oficial nesta terça-feira (11) e passou a valer a partir de 12 de janeiro.

O INSS e a SPMF (Subsecretaria da Perícia Médica Federal) determinaram a suspensão das perícias "tendo em vista o enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da pandemia do coronavírus (Covid-19)", segundo o comunicado publicado no Diário Oficial.

Em agosto de 2021, a operação de pente-fino do INSS convocou 170 mil beneficiários do auxílio por incapacidade temporária (auxílio-doença) para a perícia.

Em setembro, o INSS convocou novamente mais de 95 mil segurados, que não haviam sido localizados pelo órgão ou respondido à convocação até então, para agendamento da perícia até 11 de novembro. Mais de 10 mil segurados no estado de São Paulo estavam nessa situação.

A convocação determinava suspensão do pagamento do benefício caso o segurado não agendasse a perícia no prazo ou não comparecesse na data prevista. O pagamento poderia ser cortado definitivamente após 60 dias da suspensão.

A suspensão das periciais revisionais, publicada nesta semana, não vale para os mutirões de perícia médica que já estavam previamente programados e com viagens definidas pela SPMF, segundo o comunicado.



VIEW POST

View more
Gerais

Setor de serviços cresce 2,4% em novembro, após dois meses de queda

Por em 13 de janeiro de 2022 às 10:01:36

O setor de serviços cresceu 2,4% na passagem de outubro para novembro, após dois meses de taxas negativas, recuperando a perda acumulada de 2,2%.

Com o resultado de novembro, o setor ficou 4,5% acima do patamar pré-pandemia de covid-19, registrado em fevereiro de 2020, mas está 7,3% abaixo do recorde alcançado em novembro de 2014.

Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada hoje (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo, a recuperação do mês de novembro coloca o setor no maior patamar dos últimos seis anos, igualando-se ao nível de dezembro de 2015.

“Das últimas 18 informações divulgadas, na comparação mês contra mês anterior, 15 foram positivas e 3 foram negativas: março, devido à segunda onda de covid-19, e setembro e outubro, por conta de aumentos de preços em telecomunicações e passagens aéreas”, disse, em nota, o pesquisador.



VIEW POST

View more
Gerais

Confira qual a dieta certa para começar o ano em forma com a saúde

Por em 10 de janeiro de 2022 às 15:45:46

A obesidade é um problema preocupante em saúde pública no Brasil. Dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS/2019) apontam que, atualmente, no Brasil, 60,3% dos adultos apresentam excesso de peso, o equivalente a 96 milhões de pessoas. A maior prevalência é no público feminino (62,6%).

A condição de obesidade, que engloba parte dos indivíduos com excesso de peso, já atinge 25,9% da população – cerca de 41,2 milhões de adultos.

Todos os dias surgem dietas malucas que prometem o emagrecimento rápido e eficaz: Dieta do cubo de gel, master cleanse, Martini, do ovo cozido, papinha de neném, da banana, do passarinho e tantas outras.

Mas os resultados instantâneos não funcionam a longo prazo, como explica o nutricionista do Sistema Hapvida.

“As pessoas tendem a correr atrás do prejuízo do excesso e querem o emagrecimento rápido. Com isso, optam por dietas desconhecidas que geralmente resultam na satisfação do paciente, porém é tudo momentâneo. O ideal é o emagrecimento com bons hábitos e de forma saudável’’, destaca o Dr. Alexandre Neves.  

Segundo o profissional da saúde, o ideal é seguir uma orientação nutricional que irá indicar alimentos naturais, integrais, refeições equilibradas a cada três horas, frutas, verduras e proteínas. A alimentação deve ser aliada também com exercícios físicos.


Publicidade