Categoria Navegação

Política


VIEW POST

View more
Política

Lideranças do Alto Oeste reivindicam ações para incrementar turismo

Por em 30 de novembro de 2015 às 16:01:33

A região Oeste quer mais visibilidade e aumentar a geração de emprego e renda para a população através do turismo sustentável, aproveitando o potencial de seus municípios.

Esta reivindicação foi externada por prefeitos e vereadores da região na audiência pública realizada na manhã desta segunda-feira (30), na Assembleia Legislativa, uma iniciativa do deputado Carlos Augusto Maia (PTdoB).

“Vivemos um dos piores períodos de estiagem e temos procurado trabalhar soluções efetivas na assistência aos produtores rurais e às populações que sofrem com a falta de água. Mas há outra frente em que devemos trabalhar também com todo afinco, numa missão igualmente imposta pela realidade da seca, que é a busca por alternativas econômicas para o sertão, a fim de que possamos valorizar mais nossas riquezas e gerar emprego e renda e o turismo pode ser esse caminho”, afirmou Carlos Augusto.

Na audiência pública foi apresentado o projeto Circuito das Serras, iniciativa do professor Gilton Sampaio, que reúne empresários, comerciantes e pessoas dos mais diversos setores, que estão voluntariamente trabalhando para expandir o turismo no interior, principalmente na região serrana.

O projeto já tem várias ações e se materializará em forma de livro, a ser lançado em breve, com ampla cobertura fotográfica e descrição de todos os atrativos, contemplando as potencialidades dos municípios.

Será um verdadeiro tratado dos potenciais turísticos em todas as suas vertentes: turismo religioso, de aventuras, cultural, ecológico, entre outros. Além do propositor, o debate contou com a presença da bancada de deputados que representam a região: Galeno Torquato (PSD), Getúlio Rêgo (DEM), Gustavo Fernandes (PMDB) e Raimundo Fernandes (PROS). Ricardo Motta (PROS) também participou da audiência.

Foram vários os encaminhamentos do debate. A primeira sugestão, dos deputados Getúlio Rêgo e Raimundo Fernandes, é uma audiência para breve, reunindo prefeitos e deputados com o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB).

Os prefeitos também querem mais investimentos na melhoria das estradas e da segurança. Foram citadas especificamente as estradas de Venha Ver e Luís Gomes. Outra cobrança é que o Governo do Estado, através da Fundação José Augusto (FJA), elabore um guia turístico de boa qualidade em parceria com a equipe do Circuito das Serras.

Com informações da ALRN



VIEW POST

View more
Política

III Semana Nacional Justiça pela Paz em Casa será lançada amanhã

Por em 30 de novembro de 2015 às 11:18:37

unnamed

A juíza Fátima Soares, da Coordenadoria de Combate à Violência contra a Mulher do Tribunal de Justiça, com o apoio da Assembleia Legislativa, por meio da deputada estadual Cristiane Dantas (PCdoB), vai apresentar as ações da III Semana Nacional Justiça pela Paz em Casa, na Grande Natal e no interior do Estado.

A divulgação vai acontecer em coletiva à imprensa nesta terça-feira, às 10h, no auditório da Assembleia.

Atualmente, o Brasil é o 5º país no mundo com mais casos de agressões à mulher. "Há um crescimento nos casos de violência contra a mulher.

Por isso, a importância do Poder Legislativo apoiar esse projeto do Tribunal de Justiça, que atua em diversas frentes com o objetivo de prevenir e combater a violência doméstica no nosso Estado", afirmou a deputada Cristiane Dantas (PCdoB).

A terceira edição da Semana ocorre de 30 de novembro a 4 de dezembro. Entre as ações, estão previstas a realização de audiências de processos sobre violência contra a mulher, atendimentos sociais e ações educativas.

Carnatal

O Carnatal deste ano vai apoiar a campanha contra a violência doméstica e familiar. Segundo a juíza Fátima Soares, o carnaval fora de época da capital potiguar, com a participação de mais de 200 mil pessoas, irá contribuir para a disseminação do slogan “Amor Sim, Violência Nunca”, que integra a campanha de conscientização da sociedade para a proteção dos direitos da mulher.

Com informações da ALRN



VIEW POST

View more
Política

Souza pede que Governo incentive redução de consumo de água

Por em 27 de novembro de 2015 às 19:51:09

A Assembleia Legislativa discutiu, na tarde desta sexta-feira (27), o consumo consciente de água e também as políticas públicas de resíduos sólidos. Contando com a participação de representantes do Judiciário, órgãos ambientais, Ministério Público, secretarias de Meio Ambiente e da sociedade civil organizada, o encontro proposto pelo deputado Souza Neto (PHS) serviu para alertar da necessidade de conscientização sobre o tema e propor medidas que incentivem a população a contribuir com a melhoria do Meio Ambiente.

Durante a discussão, profissionais que atuam como catadores e gestores falaram sobre a situação de aterros e lixões pelo interior do estado.

O foco principal foi a necessidade de um ordenamento para o trabalho dessas pessoas e também o respeito às normas para utilização dos depósitos de lixo, fazendo com que a destinação dos resíduos seja correta e não haja riscos para os catadores.

"Procuramos o envolvimento da sociedade, das instituições de estado e os mais variados segmentos, num trabalho de conscientização e ação integrada, quanto ao consumo consciente (de água) e as políticas públicas de resíduos sólidos", disse Souza Neto, citando como exemplo o trabalho desenvolvido no município de Areia Branca durante sua gestão como prefeito.

No debate, algumas das principais sugestões dos participantes foram referentes à economia de energia elétrica, reciclagem de embalagens, coleta seletiva, plantio de árvores e, principalmente, economia de água.

 No período de escassez, o deputado Souza Neto apelou para que o Governo do Estado atue de forma a incentivar a população a poupar os recursos hídricos. Para isso, o parlamentar lembrou de uma proposta de sua autoria que chegou a tramitar na Casa.

Neste ano, em sua primeira legislatura como deputado estadual, Souza Neto propôs que o Governo do Estado, através da Caern, concedesse abatimento no valor da conta de água das pessoas que reduzissem o consumo em comparação ao ano passado.

O projeto, no entanto, sequer foi a plenário porque foi considerada inconstitucional na Comissão de Constituição e Justiça. Por isso, Souza sugeriu que o próprio Executivo fosse o autor da iniciativa.

"O Governo do Ceará fez o contrário. Não deu abatimento e estabeleceu uma tarifa de contingência estipulando que aplicação de percentual de 120% sobre as tarifas dos clientes que ultrapassarem o 90% do consumo médio do ano passado. Além disso, já ocorreu um aumento d 12,9% na tarifa. Como estamos tratando de consumo consciente, aproveito para sugerir à Semarh e Caern que apresentem nossa ideia ao governador, que vocês podem lapidar e enviar à Assembleia", disse o deputado.

Com informações da ALRN