Serra do Mel

Prefeito e secretária de Educação de Serra do Mel resolvem pendências em Brasília

Por em 9 de fevereiro de 2017 às 10:09:39

A primeira-dama e secretária de Educação do município de Serra do Mel, Milane Azevedo, e o prefeito Josivan Bibiano (PR) estiveram em gabinetes de senadores e deputados federais objetivando viabilizado recursos para as mais diversas áreas da municipalidade.

O prefeito Bibiano ressaltou que aproveitou a conversa para solicitar do senador José Agripino, bem como de deputados federais, recursos para reformar algumas unidades escolar do município.

“Constamos a necessidade das melhorias nas escolas, nos últimos dias, principalmente, por se tratar de anseio da população, representada por pais e mães de alunos, durante a campanha eleitoral, que nos fizeram vários relatos sobre essa necessidade”, comentou Bibiano.

Além de mostrarem a necessidade dos recursos para viabilizar importantes obras no município, o prefeito e a secretária de Educação estiveram também no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), onde conversaram com um técnico, mostrando quais os problemas que o município estava enfrentando nos sistemas.

De acordo com Milane, foi necessário mostrar ao técnico problemas que o município tinha para poder liberar recursos da ordem de R$ 135 mil para compra de equipamentos imobiliários, e que estava parado.

“O problema foi resolvido, e o técnico garantiu que até o final do mês de março esses recursos serão liberados. Importante ressaltar, que o município de Serra do Mel foi contemplado com esses recursos no ano de 2012, e não foi liberado até agora por falta de ação do gestor passado”, informou a secretária de Educação, Milane Azevedo.

A secretária garante também que foi solucionado um problema no Sistema Brasil Alfabetizado (SBA), para que o município pudesse fazer a adesão. “São várias as pendências encontradas e, no início de gestão, a secretaria de Educação fica inviabilizada de realizar algumas ações. Mas, o prefeito Bibiano está resolvendo esses ‘pepinos’, deixados pelo gestor passado”, garante Milane.

Outra pendência encontrada foi junto ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Neste caso, o prefeito solicitou prazo para alimentar o sistema do Bolsa Família, que atualmente contabiliza aproximadamente 1.200 famílias prejudicadas, devido a fala de atualização dos dados dos beneficiários do referido programa, que deixou de ser feita na gestão passada.

Imprimir
TAGS

DEIXE UM COMENTÁRIO

cinco × dois =