Política

Bolsonaro: Defendem não ter o voto auditável como se fosse a própria vida

Por em 30 de julho de 2021 às 13:12:25

O presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer ataques ao sistema eletrônico de voto, após admitir, nesta quinta-feira (29), que não tem provas de fraudes em eleições.

Ao longo de pouco mais de duas horas de transmissão pela internet, o chefe do Executivo, além de não apresentar fatos que comprovassem irregularidades, exibiu vídeos com informações falsas.

“Estão defendendo não ter o voto auditável como se fosse a própria vida. Será que não é?”, disse o presidente a apoiadores nesta manhã.

Na apresentação feita ontem pelo presidente, com provas fraudulentas, um homem diz ser fácil adulterar o resultado das urnas por meio de alteração do código-fonte.

Conforme informou o Estadão/Broadcast, a informação é falsa. O dispositivo é desenvolvido por equipe restrita do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e tem mecanismos de segurança capazes de impedir o funcionamento das urnas com arquivo modificado.

Imprimir
TAGS

DEIXE UM COMENTÁRIO

dezesseis − três =

Publicidade