Gerais

‘Delmicron’. Cientistas alertam para nova (super) estirpe do coronavírus

Por em 28 de dezembro de 2021 às 07:13:57

Numa altura em que o mundo enfrenta a variante Ômicron do coronavírus, que é altamente transmissível, porém não mais mortal do que a variante Delta, os cientistas creem agora que um novo surto nos Estados Unidos e na Europa se deve a uma combinação das duas estirpes, avança o Financial Express. 

A ‘Delmicron’, uma combinação das variantes Delta e Ômicron do vírus, transmite-se ainda mais rapidamente. Embora as infecções da Covid-19 envolvam apenas uma única estirpe mutante, duas podem atacar simultaneamente em casos extremamente raros.

A Ômicron ou B.1.1.529 é uma mutação do SARS-CoV-2 ‘original’, detectada pela primeira vez no mês passado na África do Sul. Esta variante propaga-se a um ritmo extremamente rápido, mas os seus sintomas, até ao momento, parecem ser mais suaves em comparação aos provocados pela variante Delta.

A taxa de mortalidade também é menor. Já á ‘Delmicron’ seria uma combinação da Delta e da Ômicron. 

Imprimir
TAGS

DEIXE UM COMENTÁRIO

19 − 15 =