Política

STF envia à PGR quarto pedido de investigação contra Bolsonaro no caso MEC

Por em 30 de junho de 2022 às 11:00:25

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A ministra Cármen Lúcia, do STF (Supremo Tribunal Federal), enviou nesta quarta-feira (29) à PGR (Procuradoria-geral da República) mais um pedido de investigação contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) por suspeita de interferência na operação da PF (Polícia Federal) que prendeu, na semana passada, o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro.

A queixa-crime, que foi apresentada na última segunda-feira (27) por sete senadores de oposição, é a quarta sobre o mesmo assunto que chega à PGR.

Cármen Lúcia já havia enviado à Procuradoria pedidos de apuração feitos pelos deputados Reginaldo Lopes (PT-MG) e Israel Batista (PSB-DF), enquanto o ministro Alexandre de Moraes fez o mesmo com um pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Agora caberá ao Procurador-geral da República, Augusto Aras, decidir se abre um inquérito para apurar a participação de Bolsonaro no caso.

O envio dos autos à PGR é uma movimentação de praxe, já que o órgão é responsável por investigar autoridades com prerrogativa de foro no Supremo, como é o caso do presidente.

Imprimir
TAGS

DEIXE UM COMENTÁRIO

doze − cinco =