Categoria Navegação

Estado


VIEW POST

View more
Estado

Disque Denúncia da Sesed ganha novo número de WhatsApp

Por em 18 de outubro de 2017 às 07:44:28

Uma das principais ferramentas oficiais da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) que auxiliam no combate ao crime, o Disque Denúncia 181 ganhou um novo número de WhatsApp.

A população pode fazer denúncias através do aplicativo pelo número (84) 98132-6057, podendo enviar, além das informações, fotos e vídeos. Assim como o 181, o horário de funcionamento é das 6h até meia noite.

“Como o WhatsApp traz a possibilidade de envio de outras mídias, acaba ajudando o trabalho de investigação policial, facilitando na identificação de uma residência, por exemplo”, destacou o delegado Marcílio Bezerra, coordenador de inteligência da Sesed.

Assim como a ligação feita pelo telefone, a Sesed garante que a privacidade do denunciante será mantida. Os dados recebidos pelo atendente são enviados para o setor de inteligência das forças de segurança do Estado, que irá analisar a veracidade dos dados. Dependendo do teor do que foi repassado, os policiais que estão trabalhando nas ruas são acionados.

Cerca de 500 denúncias são recebidas pelo serviço todos os meses, o que tem resultado em aproximadamente 20 prisões mensais – como de foragidos da Justiça e traficantes - além da apreensão de drogas, armas e veículos.



VIEW POST

View more
Estado

Fábio Faria destina R$ 2 milhões para equipar Hospital Walfredo Gurgel

Por em 18 de outubro de 2017 às 07:00:19

O Hospital Walfredo Gurgel (HWG), maior unidade de urgência e emergência do Rio Grande do Norte, vai receber R$ 2 milhões através de uma emenda parlamentar do deputado Fábio Faria para aquisição de novos equipamentos e mobiliário para as enfermarias, UTIs, nova sala de estabilização da unidade e para o Centro de Tratamento de Queimados (CTQ).

A emenda foi empenhada e os recursos devem ser liberados em até 60 dias. "Melhorar a estrutura do Walfredo é melhorar o atendimento a milhares de pacientes de todo o Estado", justifica o parlamentar que, só este ano, já conseguiu a liberação de R$ 150 milhões para a Saúde do RN.

De acordo com a direção administrativa do hospital, parte da emenda irá custear a aquisição de novas camas, macas, cadeiras, escadas e armários para os leitos, além de equipamentos essenciais para a Central de Material.

"Precisamos substituir e modernizar mobílias nas enfermarias e principalmente nas UTIs, melhorando o atendimento e humanizando a assistência prestada ao acompanhamento do paciente", afirma a diretora geral do hospital, Fátima Pereira. Ela ainda ressalta que os recursos vão equipar a nova sala de estabilização que está sendo construída na área vermelha do hospital.

Outra grande parcela dos recursos irá completar o parque tecnológico do Centro de Tratamento de Queimados, "para atender aos critérios e habilitar o centro em alta complexidade para o tratamento desse tipo de paciente", explica a diretora do HWG.

A destinação da emenda para o centro foi acertada após uma conversa com o secretário de Saúde do RN, George Antunes. "Vi a importância de apoiar o que restava neste processo de qualificação para o único serviço de referência para vítimas de queimaduras no Estado", ressalta o deputado. Ele relembra que, todos os anos, destina R$ 1 milhão em emendas para instituições de Saúde do RN, como a Liga Contra o Câncer.



VIEW POST

View more
Estado

Na primeira cota de outubro, 48 municípios do RN ficam com o FPM com saldo zero

Por em 10 de outubro de 2017 às 13:10:20

48 municípios do Rio Grande do Norte tiveram a primeira cota do mês de outubro do Fundo de Participação dos Municípios com saldo zerado. A falta do repasse, pago nesta terça-feira, 10, afeta os orçamentos dos municípios, que já vêm sofrendo com a diminuição de verbas. Desde setembro, os repasses do FPM tem se agravado, quando 39 cidades potiguares ficaram sem verbas do Fundo.

O presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN, Benes Leocádio, lembrou a gravidade da situação: “A falta do FPM preocupa muito os gestores. Há dezenas de pequenos municípios que sobrevivem, praticamente, só do dinheiro do fundo. E mesmo para os municípios que dispõem de melhor estrutura, o não recebimento do FPM compromete totalmente as finanças, o pagamento de salários, fornecedores, etc”.

Segundo Benes, a orientação da FEMURN aos gestores municipais para que tenham atenção redobrada com os recursos municipais permanece.

Historicamente, o FPM é fortemente afetado no segundo semestre de cada ano, devido à restituição do Imposto de Renda (IR). Com a atual crise financeira, cada vez mais municípios são impactados pelos saldos zerados do fundo.

MUNICÍPIOS ZERADOS DE FPM NA PRIMEIRA COTA DE OUTUBRO/2017

AFONSO BEZERRA

ALTO DO RODRIGUES

ANTÔNIO MARTINS

ARÊS

BARAÚNA

BENTO FERNANDES

CAICÓ

CARNAÚBAIS

ENCANTO

FELIPE GUERRA

FERNANDO PEDROSA

FLORÂNIA

GALINHOS

GOV. DIX-SEPT ROSADO

GROSSOS

ITAJÁ

JANDUIS

JOÃO CÂMARA

LAGOA D'ANTA

LAGOA DE PEDRAS

LAGOA DE VELHOS

LAGOA NOVA

LAGOA SALGADA

MARCELINO VIEIRA

MARTINS

MONTE DAS GAMELEIRAS

MOSSORÓ

PARANÁ

PARAŮ

PEDRO VELHO

PORTO DO MANGUE

PUREZA

RIO DO FOGO

SANTA MARIA

SANTANA DO MATOS

SANTO ANTÔNIO

SÃO BENTO DO NORTE

SÃO MIGUEL DO GOSTOSO

SÃO PEDRO

SERRA DO MEL

SÍTIO NOVO

TAIPU

TENENTE LAURENTINO CRUZ

TOUROS

TRIUNFO POTIGUAR

UMARIZAL

VENHA VER

VILA FLOR